You are here

Poder legislativo: porcentagem de mulheres no órgão legislativo nacional: Câmara baixa ou única

América Latina, Caribe e Península Ibérica (36 países): Mulheres eleitas para os parlamentos nacionais, 2018 (Em porcentagens)
Corresponde à proporção de mulheres que ocupam cargos no parlamento nacional. Para comparações internacionais, se utiliza geralmente apenas a câmara baixa (Câmara dos Deputados) ou única.

Análise

A presença de mulheres nos órgãos legislativos aumentou de maneira gradual nos últimos anos na América Latina e no Caribe. Se bem é certo que estes cargos seguem sendo ocupados em sua maioria por homens, a região continua ocupando a vanguarda mundial, alcançando em maio de 2018 uma média de 29,8% (UIP, 2018), ainda que no Caribe a média alcance apenas 19,5%.

Para o presente ano, 6 países superam os 40% de parlamentárias: Cuba, o Estado Plurinacional da Bolívia. Granada, Nicarágua e Costa Rica. No caso de Granada e Costa Rica, é importante destacar o aumento significativo de mais de 10 pontos porcentuais que se observa com relação ao ano anterior, o que posiciona a ambos países entre os valores mais altos da região.

Atualmente, 14 países não alcançam 20% de representação de mulheres no parlamento. Haiti apresenta a cifra mais baixa da região, com apenas 2,5% de mulheres entre seus parlamentários.